fechar
Escolha o fundo da página que mais gostar

Fique por dentro

Eduardo Correa
Jornalista, autor do livro "Fórmula 1, Pela Glória e Pela Pátria", acompanha a categoria desde 1968 Ver outros textos deste Colunista

    27/06/2016Suzana não há mais

    Suzana Herculano-Houzel não reside e trabalha mais no Brasil. Cansada de lutar contra as adversidades, nossa cientista mais reconhecida internacionalmente cedeu ao convite de uma universidade americana e para lá mudou-se com a família. É um desfalque incalculável para o time da ciência brasileira, já bastante habituado a perder de 7 a 1.

    A contribuição mais notável até o momento de Suzana ao conhecimento humano é de um brilho e simplicidade de que só uma mulher seria capaz: interessada em saber com precisão quantos neurônios compõem o cérebro, ela criou um método de fatiamento do órgão e sucessiva liquefação do material, preservando os núcleos celulares, depois contados em amostras com auxílio de microscópios comparativamente baratos. O método desenvolvido por ela é