30 anos, parece que foi ontem

Virada de Jogo – Parte 3
17/12/2020
Foto Legendas 1
17/01/2021

No último dia 21/10/2020, completamos 30 anos do Bicampeonato do saudoso Ayrton Senna. Parece que foi ontem aquele GP tão especial para nós brasileiros, que também nos proporcionou a também especial dobradinha Piquet-Moreno pela equipe Benetton, a única na história do nosso país de dois pilotos brasileiros guiando na mesma equipe, naquela que também seria a nossa última dobradinha.

Este GP foi muito especial pra mim, pois eu, um piá com seus 10 anos de idade, apaixonado pela F1, não podia querer algo melhor naquela temporada de 1990, com Senna caminhando firme rumo ao Bi, e Piquet fazendo uma temporada muito sólida e respeitada na Benetton, que inclusive lhe renderia o terceiro lugar no campeonato após as belas vitórias nos GPs do Japão e da Austrália (GP 500 da F1).

Era demais terminar a temporada 90 com dois brasileiros amigos dividindo o mesmo time

Como eu já estava acostumado a fazer desde 1988 durante a pré-temporada, nós brasileiros podíamos fazer o álbum de figurinha da F1, o que já havia se tornado uma tradição pra mim. Não fora diferente naquele ano de 1990, e lá fui eu iniciar mais uma aventura maravilhosa no mundo das figurinhas. O entusiasmo era tanto que já na metade do ano o álbum estava cheio!

Na mesma época, eu já tinha visto para vender na tradicionalíssima Feira do Largo da Ordem, aqui de Curitiba, réplicas de alguns F1 de madeira que ficavam expostos perto da barraquinha da minha mãe. Sempre quando eu ia junto com meu pai buscar minha mãe na Feirinha, por volta das 13h00, eu ficava lá namorando as miniaturas…

Naquele sábado, véspera do GP do Japão, eu estava tenso e preocupado, mas confiante que o Senna conquistaria o Bi. Permaneci acordado junto com meu pai até a hora da corrida, o vídeo cassete já estava gravando desde a volta de apresentação, a tensão na hora da largada era enorme, e, ao acender da luz verde, vimos a história acontecer.

Demorei pra dormir naquela noite e por volta das 8 horas da manhã daquele domingão de sol aqui em Curitiba, peguei minha Caloi Cross, meu boné da Marlboro McLaren (que me foi roubado anos depois) que meu pai me trouxe de presente do GP Brasil de 88, e saí pelas ruas do bairro gritando feliz da vida “ole, ole ole ole, Senna, Senna!!”

Assim que retornei pra casa, fui com minha saudosa avó na Feira do Largo, pois finalmente eu tinha juntado o valor necessário para poder comprar a tão sonhada miniatura do agora Bi Campeão Ayrton Senna. E assim que chegamos na barraquinha, foi com uma enorme satisfação e alegria que eu pude efetuar a compra desta miniatura que permanece perfeita nestes 30 anos, se tornando como um troféu pra mim e também sendo o marco zero no mundo do colecionismo de minis de F1, que eu tanto amo e aprecio.

Hoje, 30 anos depois, vivemos uma realidade totalmente diferente. Não temos mais pilotos brasileiros no grid, as transmissões da F1 em TV aberta seguem indefinidas e a dupla de transmissão com Galvão Bueno e Reginaldo Leme, que marcou época (gostem dela ou não), chegou ao fim.

Logo após a corrida do título, acabou a espera: fui lá na feira e arrematei a miniatura do campeão da temporada!

Para mim e para muitos, estas duas foram, por décadas, as vozes da F1 para nós brasileiros a quem tenho um enorme respeito, e sou grato por muitos ensinamentos que ambos nos brindaram durante todos estes anos.

É o fim de uma era!

Diante de tudo isso, olhando para trás e vendo que o mundo girou tantas vezes, fica difícil não ser tomado por um misto de emoção e saudade.

Saudade esta por um tempo tão gostoso e de um mundo que a exemplo das cores daquela Benetton de Piquet e Moreno, era mais colorido, leve e alegre.

Desejo a todos um Feliz Natal, que 2021 nos traga saúde, paz, alegrias, que a esperada vacina contra a Covid-19 nos traga a tão desejada imunização e assim possamos ter boas e inesquecíveis histórias para lembrarmos daqui 10, 20, 30 anos ou mais.

Grande abraço a todos! Se cuidem!

Mauro Santana

E com essa coluna encerramos as atividades neste complicado ano de 2020. Nós, do GPTo, desejamos a todos os amigos leitores boas festas e muita saúde, com pensamentos positivos para 2021.

Voltamos em 18 de janeiro. 

8 Comments

  1. Manuel disse:

    Excelente, amigo !

    Tens que te prodigar mais por aqui.

    Obrigado e um abraço.

    • Mauro Santana disse:

      Olá Manuel!

      Agradeço os elogios, e espero conseguir escrever mais aqui para o site, é sempre uma grande alegria.

      Abraço!

  2. Sandro disse:

    Deixando de lado as 500 Milhas de Indianapolis (1950-1960) ocorreu um fato único no GP 499: para minha surpresa, foi a primeira – e única vez – que os três primeiros colocados não eram europeus! Assim, o pódio teve a dupla brasileira Piquet & Moreno e o japonês Suzuki.
    Piquet teve uma temporada incrível: terminou em terceiro lugar no Mundial de Pilotos, recebendo a bandeira quadriculada em 13 oportunidades (pontuando em 12 corridas), uma desclassificação e apenas dois abandonos. Foi o piloto que mais deu voltas em 1990.
    Senna conquistou o bicampeonato de forma irresponsável, provocando deliberadamente o acidente com Prost. Felizmente ninguém se machucou! Foi a revanche do que tinha acontecido no ano anterior quando Prost provocou o acidente contra Senna!

  3. Fernando marques disse:

    Grande Mauro Santana

    Cada vez melhor … É assim que avalio as suas colunas.
    É muito bom lembrar as boas lembranças.
    Álbum de figurinhas. Nunca foi o meu forte. Na sua idade (10 anos) era um leitor assíduo da 4 Rodas e Auto Esporte. Isso sim, chegava na banca e uma de cada já ficava reservada … Todo mês …
    GP do Japão de 1990. Inesquecível sob todos os sentidos.
    Um feliz natal pra você
    Um feliz na natal para todo o GEPETO!!!

    Fernando Marques
    Niterói RJ

    • Mauro Santana disse:

      Valeu Fernando!

      As revistas também eram muito boas, nossa fonte de informação na época, e imagino a sua ansiedade e satisfação quando o jornaleiro lhe avisa que elas já estavam disponíveis.

      🙂

      Obrigado e um Feliz Natal para você também!

      Abraço!

  4. Grande Mauro, obrigado pela viagem a um tempo que guardo com carinho na memória e no coração.
    Completei os álbuns de 1988 e 1989, e apenas recentemente consegui o feito de completar o de 1986. O de 1990 continua com alguns espaços vazios, mas atualmente é uma das temporadas que mais me interessa. Quem sabe um dia completo este também…

  5. Mauro Santana disse:

    Grande JC!

    Era muito bom estes álbuns de figurinhas, uma pena que não continuou no restante da década de 90 em diante.

    Grande abraço!

  6. Maurão!
    Que viagem no tempo! Também comprei esse álbum, mas está todo rasgado e não completei…
    Até a próxima parceiro! TMJ!

Deixe uma resposta para Fernando marques Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *