stimol.ru.

Possibilidades Canadenses

Uma vitória do carisma. Monaco trouxe alegria e vida para o pódio da F1, após uma corrida para lá de previsível. Agora é a hora de chegar ao belo circuito de Montreal para uma corrida cheia de possibilidades.

Nas terras canadenses, Hamilton é rei. Só que a concorrência está de olho em manter Hamilton no retrovisor, no melhor estilo GP de Mônaco. Para isso, muito trabalho foi feito pelas equipes para essa corrida.

Separador

Um pista de parque, com caracteristicas que variam de circuito permanente para muros colados de um circuito de rua. O Canada é um prato cheio para carros potentes e pilotos habilidosos que sabem domar suas curvas depois de longas retas.

Não é de se estranhar o domínio de Lewis Hamilton no circuito. Vamos pegar só os pilotos em atividade? Tá bom, vamos lá: 6 vitórias pra Lewis. Temos mais 4 pilotos no grid que venceram nessa pista. São 4 vitórias para… distribuir entre eles. Só uma vitória pra Alonso, Kimi, Vettel e Ricciardo. O que não deixa de ser interessante porque, tirando Alonso, os outros 3 tem carros e totais condições de desafiar Lewis. O problema é que precisa combinar o jogo com Lewis, porque ele mesmo tem o desafio de igualar Michael Schummacher com suas incríveis 7 vitórias.

Para melhorar a brincadeira a Pirelli vai trazer o Hypersoft pra festa. A pista canadense necessita de muita tração e frenagem, mas tem um asfalto lisinho, precisa de quase nada de downforce e o esforço lateral nos pneus é mínimo. Cenário perfeito para o pneu mais mole de fabricante italiana. Com essa opção, é provável mais de uma parada para todos.

Separador

Hoje é dia de comemorar o 300º GP do grande Fernando Alonso. Uma carreira de contrastes e péssimas escolhas.

Apesar de nunca mais ter tido um carro competitivo na F1, Alonso tem proporcionado grandes momentos no automobilismo. Primeiro por ter se tornado um piloto mais simpático com o público e aprendeu a tirar barato de si mesmo. Depois, porque suas investidas em outras categorias tem sido amplamente divulgadas e trazem certa emoção. Não há como não se emocionar e torcer por um cara que sai de um carro de F1, corre uma 500 milhas e depois vai encarar uma 24 horas de Le Mans (depois de ter visitado Daytona).

Suas aventuras não apagam os péssimos números dos últimos anos de carreira de Alonso. A ultima vitória foi em 2013. O último pódio, 2014. Pole-position? Só se voltarmos até o ano da graça de 2012.

Tudo isso para nos perguntarmos: vai saber o que passa na cabeça de Alonso? Afinal de contas ele ainda curte fotos e festas com Flavio Briatore.

Separador

A Mercedes sofre com a gama de pneus macios da Pirelli. É um misto de falta de adaptação do carro e falta de testes durante o inverno. Mas já vimos do que a Mercedes é capaz nos circuitos que ela não domina. Não é carta fora do baralho, só não vai dominar de forma humilhante.

Logo no encalço dos prateados, a Ferrari e Red Bull estão trocando tintas. A Ferrari que se cuide, porque a Renault entrega motores novos para todos os seus times nessa corrida e a RBR promete não decepcionar. Pelo lado Ferrarista, a impressão é de um time apático, sem vibração alguma. Vettel ainda tem mostrado algum brilho, mas sem combatividade.

Separador

Essa apatia também é culpa do regulamento. Pego Mônaco como exemplo. Uma pista dificil de passar, melhor guardar minha unidade de potencia, meu câmbio e minhas baterias pra uma próxima oportunidade. É um anti-climax regulamentado.

Separador

Da mesma forma que a Red Bull pode surpreender com sua nova unidade de potência, será interessante ver nova disputa entre Renault e Mclaren. Enquanto está claro que o melhor chassi impulsionado por um Renault é da RBR, é questão de honra para as duas outras equipes ocuparem o segundo posto desse ranking particular. Grandes chances da estrela de Alonso brilhar e dominar mais uma vez esse ranking particular.

No resto do pelotão do meio, pode haver surpresa com a presença mais adiantada da Toro Rosso. Parece piada, mas não é: Honda vem, finalmente, com atualizações de potencia no motor de combustão. A intenção é chegar até o mesmo nivel da Renault. Será uma surpresa para todos, menos para o time da Honda que já espera por esse momento há algum tempo.

Para o resto do grid, uma salada. Force India, infelizmente, o carro não produz o mesmo nível de performance que o ano passado e obriga seus pilotos a trocarem tintas com a galera da Haas. Além disso, seus donos estão com tantos problemas na justiça que o time precisa ser vendido até o fim da temporada, com os fundadores sendo formalmente afastados. Uma pena, mas esperado. Por conta de tudo isso, Haas e Sauber se juntam a Force India, deixando a Williams como o pior time da temporada (além de Hartley).

Separador

Para alguns, a Williams é a decepção da temporada. Realmente, Hartley deveria levar esse título. Esperava-se mais, por tudo que ele vinha fazendo na Porsche e no WEC. Depois de todas as especulações de sua substituição já no Canadá, ele pode aproveitar a oportunidade pra virar o jogo!

Separador

Um campeonato aberto e emociante. Em uma pista cheia de variações de táticas e com a grande possibilidade de aparição de ao menos um safety car, a prova do Canadá pode ser um dos pontos altos da temporada de 2018

Quem vocês acham que leva o GP nesse domingo?

Abraços, Flaviz Guerra – @flaviz

2 thoughts on “Possibilidades Canadenses

  1. Bela coluna Flaviz!!

    Amanhã teremos o seguinte pódio!

    1° Raikkonen

    2° Alonso

    3° Vettel

    Hehehe

    Abraço e um excelente GP a todos!

    Mauro Santana
    Curitiba PR

  2. Flavio,

    antes de responder a sua pergunta ao fim de sua excelente coluna, queria falar de Alonso.
    O que se passa na cabeça dele? … O cara faz o que ama, se diverte e ganha dinheiro pra chuchu … com o status que ele tem, e sejamos sinceros ainda faz nas muito por merecer, ele faz algo que há muito tempo não víamos no circo da Formula 1 … ele não é mais exclusivo do circo … ele agora também é da Indy 500 e da 24 Hs de Le Mans …


    A minha aposta para a corrida de amanhã … Dá Vettel ou Hamilton … Gosto mais do Alemão mas sei lá os treinos mostraram ao contrário … Vettel tem mais chances …

    Fernando Marques
    Niterói RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *