stimol.ru.

Bump and run!

Olá, amigos!

A última corrida da Monster Cup em Martinsville, na semana passada, me levou a escrever a coluna de hoje e falar um pouco sobre os limites do “Bump and run”, prática muito comum na categoria principal da NASCAR, onde o carro que está atrás dá um leve toque no carro da frente, tirando a estabilidade do ponteiro e realizando a ultrapassagem.

A história da NASCAR é repleta de casos do tipo e a prática não é considerada ilegal, ou antidesportiva, pelo contrário. Muitos chamam o bump and run de “Racing hard”, ou seja, correr de forma agressiva, enquanto outros chamam de desleal, em alguns casos. Invariavelmente quem aplica a manobra é o que se defende dizendo que foi apenas duro com o oponente, não ultrapassando os limites aceitáveis que a NASCAR permite, por outro lado, quem leva o bump está sempre de cara feia após a bandeirada.

Pra quem não viu a última prova em Martinsville, Joey Logano venceu de forma controversa em uma chegada espetacular, ao aplicar o bump and run em Martin Truex Jr, depois desse fazer uma manobra espetacular e ultrapassar o piloto do carro 22. Logano esperou a última curva, deu o toque em Truex e depois ainda bateram portas numa corrida até a linha de chegada.

Confira como foi:

Os fãs não gostaram muito e Martin Truex considerou a manobra acima do ponto aceitável, dizendo que fez diversas voltas sem nem sequer chegar perto de Logano e que os toques foram inaceitáveis. Logano, obviamente, apenas disse que estava “Racing hard”.

Um ponto que vale levar em consideração é que a vitória classificava um dos dois diretamente à final do campeonato, em Homestead. Depois da corrida Kyle Busch lembrou que o formato atual favorece esse tipo de comportamento, dizendo que as corridas de eliminação fazem com que alguns pilotos façam qualquer coisa para irem à próxima fase.

Em 2014, Ryan Newman atingiu Kyle Larson propositalmente para garantir sua vaga na final, desclassificando Jeff Gordon. Alguns culpam o regulamento, outros culpam o piloto que faz a manobra. Martin Truex Jr. diz ser um piloto que respeita seus adversários e que corre de forma limpa, dizendo ser inaceitável ganhar uma corrida tirando outro competidor de forma proposital.

Kyle Busch, que já sofreu o bump and run e também aplicou, diz que a decisão de tirar um piloto da frente para vencer depende muito mais de quem é o outro piloto e da forma que ele se comporta na pista, do que da vontade própria.

De fato, depende muito da relação e comportamento de cada um, sendo que o próprio Truex já disse que não vai revidar a manobra de Logano, tendo inclusive enviado uma mensagem de texto para o piloto da Penske após alguns dias, para esclarecer o assunto. Na hora da corrida é preciso ponderar diversos sentimentos e até a índole de cada um. O regulamento favorece esse tipo de conduta? Não tenho dúvidas. Mas não dá pra colocar toda a culpa nisso, já que essa manobra acontece há bastante tempo. Abaixo estão algumas disputas clássicas onde tivemos toques para a vitória, mesmo antes dos playoffs e com personagens bastante famosos.

 

Earnhardt x Labonte x Waltrip – 1987

Mayfield x Earnhardt – 2000

Gordon x Wallace – 1997

Harvick x Busch – 2018

Edwards x Busch – 2016

Earnhardt x Labonte – 1999

Wallace x Gordon – 2002

Harvick x Rudd – 2001

 

Foram muitas disputas controversas, pilotos que receberam e deram o bump and run, muitas vezes com manobras questionáveis, mas outras verdadeiras obras de arte, como a de Mayfield em cima de Dale Earnhardt. O bump and run é uma das possibilidades da NASCAR e como disse Kyle Busch, “se você não gosta desse tipo de corrida, nem assista”.

Como fã da categoria, vejo o Bump and run como um recurso permitido e aceitável, desde que fique claro que o toque não foi acima de um limite aceitável dentro da esportividade. Mover o oponente na NASCAR é igual ao toque lado a lado no kart, por exemplo, portanto não deve ser proibido.

O campeonato segue com as disputas acirradas, como vimos em Martinsville, mas o que me chama a atenção é que pilotos que dominaram a temporada regular não estão mostrando o mesmo desempenho nos playoffs, pelo menos em relação a vitórias. Kevin Harvick venceu 7 provas até o momento, mas nenhuma nas fases eliminatórias. Logano já está garantindo na final e particularmente achava que Brad Kaselowski teria mais chance em uma final. Vamos ver o que aguardam as próximas provas.

Abraço a todos!

One thought on “Bump and run!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *