Alegrias e Dúvidas

Vivemos dias intensos no automobilismo, mistura de alegrias e dúvidas. Começando pela boas notícias, parabéns a Luiz Razia, que venceu a primeira corrida da temporada da GP2 na Malásia. Começar assim com o pé direito, e em uma equipe nova sempre é bom. A quinta posição na segunda prova, da rodada dupla, mostra que esse ano promete. Mais que isso, não só Razia se deu bem, as corridas foram boas também para o estreante na categoria, Felipe Nasr. Sexto na primeira prova e pódium, em terceiro, logo na seguinte. Levando em consideração o novo ambiente de estréia e o carro novo com que teve de se adaptar, foi um excelente começo. Que os brasileiros brilhem! E que ganhem mais visibilidade.

Como seria bom, ver as corridas da GP2 em canal aberto e não lutas de MMA ! Lutas que na verdade não me adicionam em nada, não carregam filosofias ancestrais como das lutas marciais, e sim apenas o intuito de destruir a cara do sujeito a sua frente, faze-lo sangrar até não aguentar mais e pedir a submissão. Será que sou só eu que acho isso uma falta de propósito? Uma ode à violência gratuita? Será que sou só eu que entendo que a vida brasileira copia a televisão e que com essa cultura MMA se espalhando, a violência tende também a se espalhar. Se eu quero que meu filho de 11 meses cresça assistindo a isso na televisão? Claro que não, muito obrigado.

Mas, enfim, esse é um desabafo pessoal. Quanto às dúvidas no mundo das 4 rodas, elas ficam para Rubinho, que não chegou a terminar a sua primeira corrida na Indy, mas completou 95%, um bom aprendizado. Como será na próxima vez ? A prova foi vencida por Helio CastroNeves – mas um brazuca se dando bem pelo mundo logo no início da temporada !  Contudo, é na Fórmula 1 que repousa a maior das dúvidas – o que será de Felipe Massa ? Acho que ele vive um momento delicadíssimo, talvez o mais difícil da carreira. Com a corda no pescoço, precisa de resultados, dos bons, para, pelo menos, diminuir um pouco a pressão sobre os ombros que parte principalmente da Itália. Não tem jeito, piloto da Ferrari na Itália é como técnico de futebol no Brasil, o cara tem que vencer, e não adianta falar que o carro é ruim, que isso, que aquilo …

Na Malásia, mesmo com um novo carro, o resultado não veio. Um erro em uma curva mostrou que a pressão é forte, e o fato de Alonso ter vencido (seja por sorte ou não – o fato é que eu não acredito em somente sorte), fez a fúria italiana ser mais arredia. Massa tem que esse recuperar, e logo. Começar uma temporada, já com a cabeça pedida, é uma bola de aço que Felipe vai ter que saber administrar. E ter cuidado para que a cabeça pedida, não seja perdida em uma disputa de posição. Bruno Senna é que também é uma dúvida, teve uma boa corrida na Malásia, em sexto. A Williams já tinha mostrado na primeira prova do ano que estava forte com Pastor Maldonado, que errou na última curva, mas quase pontuou. É difícil tentar fazer uma premonição do que será a temporada e se as equipes já mostraram a que vieram em 2012.

Mas cá, entre nós, acho que ainda tem muita água para rolar debaixo dessa ponte, e acho difícil terminar a temporada, nos moldes que começou.

One thought on “Alegrias e Dúvidas

  1. Prezado Tiago, concordo com você no tocante à crítica ao MMA. Não vejo nada de bom no esporte, e temo pelos nossos jovens ao verem na tv este espetáculo de sangue e violência. Mas cuidado com as críticas, pois a sua Rede Globo está investindo no esporte, tentando dismistificá-lo e faze-lo bonitinho e nada ordinário. Se continuar a bater firme contra o MMA, temo que possa haver um desconforto em sua posição de jornalista das Organizações Globo. Mas gostei de ve-lo assumir uma crítica racional, assumindo uma atitude de defesa dos nossos jovens, exemplificados por seu filho. Parabéns.
    Francisco Muniz – 63 anos- Pai de três filhos – Rio de Janeiro-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *