Os especialistas

Lastro
23/10/2017
4x Lewis Hamilton
27/10/2017

Olá, amigos!

Na coluna de hoje vou falar sobre aqueles pilotos que dominaram (ou dominam) alguns tipos de pistas e condições, aqueles que hoje chamarei de “Os Especialistas”.

Na F1 tivemos Senna como o especialista em voltas rápidas nos treinos e na chuva, Schumacher (e Ross Brown) como especialista em estratégia, dominando a arte de ser rápido nas voltas antes das paradas de boxe, Prost, que dominava Paul Ricard como ninguém, e assim por diante.

Na NASCAR vou me ater aos maiores vencedores em cada pista do calendário atual, para ficar um pouco mais legal a comparação. Alguns números são surpreendentes, principalmente em pistas mais antigas, onde grandes nomes como Richard Petty, Dale Earnhardt, Darrell Waltrip e David Pearson brilharam. Em várias das pistas temos nomes atuais dominando a lista de vencedores, o que também não deixa de ser surpreendente.

Começando por Daytona, o super oval mais famoso da categoria, o maior vencedor não poderia ser ninguém menos do que o maior vencedor da categoria, ele mesmo, Richard “The King” Petty. Na pista berço da categoria, Petty conseguiu incríveis 10 vitórias. Alguns pilotos não conseguem 10 vitórias na carreira, quanto mais em uma pista. Não é por menos que Petty é o maior vencedor da categoria até hoje, mesmo tendo se aposentado em 1992, com suas incríveis 200 vitórias.

No oval de uma milha e meia de Atlanta, o maior vencedor é talvez um dos maiores pilotos que já existiram, o grande Dale Earnhardt, com incríveis 9 vitórias. Dale gostava muito dessa pista, tendo liderado mais de duas mil e seiscentas voltas na pista. Impressionante.

Las Vegas é uma das pistas mais recentes do calendário, portanto o recordista de vitórias é um piloto atual, quase ex-piloto. O maior vencedor nessa pista é Matt Kenseth, com 3 vitórias.

Phoenix é a pista onde um dos pilotos atuais do grid também domina. Com 8 vitórias, sendo 3 delas de forma sequência, Kevin Harvick é o especialista na pista localizada no deserto. Curiosamente, Harvick só conquistou uma pole position na mesma pista, mas o que importa são os pontos para o campeonato, não é mesmo?

Com sua introdução no campeonato no ano de 1997, Fontana deu a primeira vitória da carreira de um dos maiores campeões da categoria. Após a primeira, vieram mais cinco vitórias na pista e hoje o piloto em questão possui mais de 80 vitórias na categoria. Jimmie Johnson é nome da fera.

Para o oval curto de Martinsville, voltamos com um grande nome do passado. Richard Petty venceu 15 (!!) vezes, sendo 5 consecutivas. Em 1970, The King liderou 480 de 500 voltas. Dá pra acreditar em algo assim? É realmente incrível o domínio avassalador.

Na pista do Texas, Jimmie Jonhson é o recordista de vitórias tendo conquistado 6 delas, sendo 4 consecutivas. Curiosamente, Jonhson venceu algumas dessas provas tendo liderados apenas as voltas finais. Guardando o melhor para o fim? Talvez tudo faça parte do plano de Chad Knaus, a grande mente por trás das vitórias do carro 48.

Em Bristol, outro oval curto no calendário da NASCAR, o maior vencedor também vem do passado. O grande Darrell Waltrip,hoje comentarista nas transmissões de TV, conquistou 12 vitórias, tendo liderado 3.436 voltas. Um dos grandes campeões da NASCAR, Waltrip dominou em grandes batalhas com Dale Earnhardt durante os anos 80.

Um piloto com duzentas vitórias merece figurar nessa lista diversas vezes, certo? Richard Petty está de volta, agora mostrando seu domínio incontestável na pista de Richmond, onde conquistou 13 vitórias, 8 poles e tendo liderado mais de 5 mil voltas. Foram 7 vitórias consecutivas em uma de suas pistas favoritas. Acho que nem precisava falar que ele gostava um tanto dessa pista, não é mesmo?

O grandioso oval de Talladega tem um representante de peso na sua lista de maiores vencedores. Considerado o piloto mais dominante em pistas do tipo, Dale Earnhardt venceu 10 vezes no super oval. Muitos diziam que Earnhardt conseguia “enxergar” onde o vento estava, e uma das maiores provas disso foi a memorável prova de Talladega no ano 2000. Faltando apenas 4 voltas, Dale estava na décima oitava colocação, algo bastante ruim em uma pista onde o pé fica cravado no acelerador o tempo tempo. Em uma série de manobras brilhantes, Dale ultrapassou todos os carros e venceu a prova. Foi um dos momentos mais incríveis da carreira do grande campeão, sem dúvidas.

Sem muita história pra contar, já que a pista entrou no calendário apenas em 2001, a corrida do Kansas tem outro grande campeão como seu maior vencedor, Jeff Gordon. O piloto do lendário carro número 24 venceu 3 vezes na pista, sendo duas delas de forma consecutiva.

Na pista de Charlotte, o piloto dominante é Jimmie Jonhson, que conquistou 7 vitórias, além de 5 poles. Jonhson sempre se deu bem em pistas de uma milha e meia, Charlotte é mais uma prova do excelente desempenho do piloto do carro 48, já que é uma das pistas mais exigentes fisicamente.

Em Dover, mais uma vez Jimmie Jonhson figura como o maior vencedor. Considerada sua pista favorita, Jonhson venceu incríveis 10 vezes na pista, se juntando à grandes nomes da categoria com pelo menos 10 vitórias em uma pista. Realmente um grande feito.

No “Tricky Triangle” de Pocono, o piloto com mais vitórias até hoje é Jeff Gordon, tendo conquistado 6 vitórias no trioval. Pocono é considerada uma das pistas mais difíceis do calendário, devido ao seu formato peculiar. Nada como um grande piloto para dominar uma pista complicada, certo?

Mais uma vez voltamos ao passado para relembrar o grande David Pearson, piloto que venceu 105 corridas no total, sendo 9 destas na pista de Michigan. Dominante no veloz oval, Pearson correu contra grandes nomes da categoria, o que dá um valor ainda maior ao seu grande número de êxitos.

Dizem que pilotos da NASCAR não sabem virar para a direita, mas quem provou o contrário foi o grande Jeff Gordon. Na pista mista de Sonoma Gordon venceu 5 vezes, se tornando não só o maior vencedor, mas aquele que atraiu o público para esse tipo de traçado.

Em apenas cinco corridas disputadas na pista de Kentucky, um jovem campeão já conseguiu deixar sua marca, tendo vencido 2 vezes, quase metade (!) das provas disputadas. Kyle Busch, o controverso piloto da Gibbs, nunca terminou essa prova fora do Top 10, o que mostra seu excelente desempenho nessa pista.

Mais uma vez Jeff Gordon aparece na nossa lista. O terceiro maior vencedor na história da categoria visitou a Victory Lane três vezes na pista de New Hempshire, além de ter conquistado 6 poles e ter liderado mais de 1.300 voltas.

Chegou a vez da mitológica pista de Indianápolis, e como toda grande pista, ela merece um grande vencedor. Jeff Gordon dominou a pista que sempre esteve nos seus sonhos de infância, mas ainda pensando em correr de Fórmula Indy, tendo conquistado 5 vitórias. Gordon também possui o recorde de vencedor mais jovem nessa pista, tendo levado sua primeira vitória com apenas 23 anos e dois dias de idade.

Watkins Glen, uma pista cheia de história pra contar, coroa o bom e velho Mark Martin como seu maior vencedor. O eterno vice-campeão da categoria venceu 3 vezes no circuito misto. Martin considerava a pista como o Superspeedways das pistas de rua.

David Pearson não poderia aparecer somente uma vez na lista, desse modo, a pista de Darlington nos faz o favor de trazê-lo de volta. Foram 10 vitórias e 12 (!) poles naquele que é um dos mais antigos e icônicos ovais da categoria.

Chicagoland nos traz outro grande campeão para a lista, Tony Stewart. Com 3 vitórias na pista de Chicago, Tony venceu sua última delas em 2011, ano em que a pista abriu o Chase pela primeira vez.

Para a grande final da NASCAR, no circuito de Homestead, novamente temos Tony Stewart como maior vencedor, também com 3 vitórias. Também em 2011, Tony venceu sua quinta corrida no Chase nessa pista e se tornou o grande campeão do ano.

Nossa lista trouxe grandes nomes, grande lembranças de ótimas corridas e sempre muita história. Os grande campeões sempre serão lembrados por seus grandes feitos, seja em palcos maiores, como Daytona e Talladega, ou em palcos modestos mas ainda sim eletrizantes, como Martinsville e Bristol. Espero que tenham gostado da lista!

Para encerrar, não vou comentar os pontos do campeonat, mas sim a completa falta de tato do canal Fox Sports, que não está transmitindo os playoffs na reta final do campeonato. No momento mais importante e eletrizante de toda a disputa, as corridas estão sendo mostradas em VTs às segundas ou terças-feiras, em horários onde a maioria das pessoas está trabalhando ou dormindo. Seria melhor repassar os direitos para quem pode e quer transmitir para os fãs. Uma total falta de respeito com seu público.

Grande abraço!

Rafael Mansano

Rafael Mansano
Rafael Mansano
Viciado em F1 desde pequeno, piloto de kart amador e torcedor de pilotos excepcionais.

2 Comentários

  1. bslnew disse:

    Muito bacana! Na F-1 acabou ficando na mão de menos pilotos, penso eu. Talvez valha uma lista com nomes da F-1.

    • Rafael Mansano disse:

      Parece mesmo que o número de especialistas está diminuindo. Seria legal uma lista mais atual.

      Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *