Se você fosse…

Sorte e competência
24/09/2012
Um bom conselho
28/09/2012

...o Stefano Domenicali ou o Martin Whitmarsh, quem contrataria para sentar em um de seus cockpits no ano que vem?

…o Stefano Domenicali ou o Martin Whitmarsh, quem contrataria para sentar em um de seus cockpits no ano que vem?

Vamos começar por Domenicali. Você tem garantido o melhor piloto da atualidade, uma unanimidade. Uma enquete feita com sete membros da imprensa especializada inglesa no início de julho deu Alonso no topo e você sabe que no-fundo-no-fundo os ingleses também gostam de puxar o haddock pra sua brasa, como se viu nas Olimpíadas.

Junto de Alonso vêm os caminhões da Brink’s de um banco que parece estar atravessando bem a crise no país-sede. Tudo que você não pode fazer é descontentar um desses dois, quanto mais os dois.

Logo, o maior problema que você tem é que Fernando poderia fazer muito mais se recebesse um carro à altura dos que Schumacher teve na maior parte de seu reinado. Você precisa fazer o Pat e a turma lá de Maranello aprender alguma coisa com os erros do ano passado e dos deste ano. O consolo é que o próprio Newey está se enrolando com as brechas no regulamento que tratou de explorar.

A Ferrari precisa de um carro revolucionário que funcione. Este aqui era pra ser revolucionário e por pouco não se mostrou “involucionário”. Ou como a Lotus, que parece ter se transformado num carro estacionário, de tanto que ficou pra trás.

Talvez fosse o caso de contratar o cara da Sauber, hein?

É verdade que os nossos rapazes fizeram – de novo – um trabalho de superação, e encostaram na turma da frente. Mas a sombra dos anos Schumacher continua aí, o que se espera da Scuderia é que massacre seus concorrentes. Ou dispute a ponta em todos os circuitos, pelo menos. Se a Sauber tivesse dois pilotos mais consistentes, talvez estivesse na nossa frente no campeonato de construtores.

Bom, Alonso e Montezemolo, os membros mais influentes da equipe já deixaram claro que, por eles, Massa continua. E os outros nomes de pilotos que a imprensa mencionou? Alonso chegou a dizer que alguns eram de dar risada.

Estaria se referindo ao Webber? Que vantagem o australiano ofereceria em relação a Felipe? Compare o currículo dos dois.

Seb é o queridinho da Red Bull, va bene, mas justificou esse carinho confirmando dois títulos nos dois anos em que efetivamente teve o melhor carro. Webber não passou de uma ameaça em um ou outro momento, a maioria das vezes tropeçando em seus próprios problemas, como… bater sozinho… Felipe fez isso alguma vez?

Massa foi vice uma vez, perdendo por um ponto e, francamente, a culpa foi mais da própria Ferrari do que dele. Em outras palavras, a rossa tinha uma dívida com ele. Também é preciso lembrar que ele ajudou Kimi a se tornar campeão. Portanto trabalhar com o Felipe é certeza de ter alguém que não vai colocar seus interesses acima dos interesses da equipe. Não é louco.

Trazer o Kimi de volta? Alonso não vai querer. Ainda que pequeno, o risco de sua supremacia na equipe ser ameaçada existe. O resto, a bronca com o Montezemolo, a frieza incompatível com a latinidade, tudo pode ser contornado mas tudo que Alonso não quer é outra situação como a que teve na McLaren.

Perez, como se vê, alterna ótimos e péssimos momentos, além de não ter a milhagem do Felipe, o entrosamento do Felipe com a equipe. L’Avvocato não estava fazendo jogo de cena quando fez esse raciocínio…

Button? Também é para dar risada. Essa enquete britânica apontou quem tinha sido o pior piloto até aquele momento. Button foi o vencedor, com 4 votos sobre 7. Massa teve dois. Os tifosi e mesmo parte da imprensa não olham isso e ficam botando pressão onde não precisa, fazendo análises superficiais e chegando a conclusões idem. Ser da Ferrari é uma honra, uma glória, mas o preço não é pequeno.

É, acho que vou renovar por mais um ano com o Felipe. A conversa com o Vettel e a Red Bull é só para 2014 mesmo…

Martin sabe que Button é muito bom piloto mas que apanhou do carro este ano. O carro apanhou dele e do Hamilton. E da equipe também, com aqueles tempos vergonhosos de pit stops. Felizmente essa parte está resolvida.

Jenson tem mais 4 anos de contrato. Ele é muito vivo, chegou enchendo a bola do Lewis, não tentou competir com ele em velocidade e foi comendo por fora, o que demonstra uma inteligência fora do comum, mas mesmo em situações onde suas mãos de seda fariam a diferença, fracassou. Carros absolutamente iguais! Lewis virava, Jenson não.

A nossa sorte é que o carro melhorou tanto que os dois agora estão no páreo com o Alonso. Mesmo com a totalmente inesperada quebra em Singapura, Lewis sabe que aqui ele tem carro para ganhar. A Mercedes, mesmo com o Ross lá e esse excelente motor, continuará sendo uma incógnita. Um dia eles vão produzir um carro vencedor e irão esmagar a gente mas isso pode levar uma eternidade. Não é mais como era antes da 2a. Guerra.

Podíamos pegar esse novo finlandês da Williams, mas duvido que o Frank vá ceder ele justo pra nós. Ele vai dar um jeito de segurar o moleque lá. Os caras da Force India brilham de vez em quando mas não dá pra dizer que conseguiriam fazer mais que o Lewis. Talvez nem mais que o Jenson.

Se o Lewis acha que o problema dele é ganhar mais, vou aumentar a oferta. Mas acho que o problema dele é se livrar daquela namorada e daquela empresa de gestão de talentos, que tiram ele do foco. Ele se acha o cara, e de fato é o único piloto fora o Alonso que consegue surpreender, fazendo poles com um segundo na frente do segundo. Mas para ganhar o campeonato é preciso mais que isso, como o Alonso está demonstrando.

Tomara que o Lewis aceite a oferta e as condições, se livrando de quem o atrapalha.

Se você não concorda com essa lógica, não tem problema. Escreva dizendo o que faria no lugar dos dois, mesmo que seja uma coisa muito maluca, surreal, sem sentido. Afinal, esta é a silly season.

Carlos Chiesa

 

Carlos Chiesa
Carlos Chiesa
Publicitário, criou campanhas para VW, Ford e Fiat. Ganhou inúmeros prêmios nessa atividade, inclusive 2 Grand Prix. Acompanha F1 desde os primeiros sucessos do Emerson Fittipaldi.

6 Comments

  1. Rafael Carvalho disse:

    A Mercedez tinha que arrumar um cara que ajude no acerto do carro. Potencial a equipe ja mostrou que tem, mas falta um piloto do nipe de Nelson Piquet e Rubens Barrichello! Lembramos que estes dois caras que citei são conhecidos como os melhores acertadores de carros da história da F1. Nico Rosberg e Lewis Hamilton são caras que só querem saber de sentar a bota no acelerador e que se dane o acerto do carro. Quando o time alemão achar este cara, eles com certeza terão mais consistencia e brigarão constantemente pela vitória!

  2. Mauro Santana disse:

    Eu ficaria com o Massa na Ferrari, pois ele não destrói carros e também já fez muito pelo time, ou seja, a Ferrari sabe que deve lhe dar esta última chance.

    Eu deixaria Hamilton ir embora, pois o clima já não é mais o mesmo, e para o lugar dele, trazia alguém da GP2, quem sabe até o Razia, para apreender com Button, e assim, apostar num futuro de novas glórias para a equipe.

    Abraço!

    Mauro Santana
    Curitiba-PR

  3. Fernando Marques disse:

    Entre as equipes de ponta nada mudará para 2103.
    A Ferrari continuará com Alonso e Massa
    A MAclaren com hamilton e Button
    A RBR com Vettel e Webber.

    Fernando Marques
    Niterói RJ

  4. Juliano Carvalho disse:

    A Ferrari, mantendo o Massa, vai ter de suportar o prejuízo no mundial de construtores. Se tivermos, por exemplo, McLaren, Ferrari, Red Bull e Lotus com carros parecidos em termos de competitividade, o fato de ter o Massa no segundo carro da Ferrari já coloca a equipe italiana em desvantagem.O Felipe, hoje em dia, não anda tão bem quanto Button, Grosjean e Webber – só para comparar com os pilotos “número 2” das equipes rivais. E eu colocaria o Kovalainen no lugar dele.

  5. Juliano Carvalho disse:

    A Ferrari, mantendo o Massa, vai ter de suportar o prejuízo no mundial de construtores. Se tivermos, por exemplo, McLaren, Ferrari, Red Bull e Lotus com carros parecidos em termos de competitividade, o fato de ter o Massa no segundo carro da Ferrari já coloca a equipe italiana em desvantagem. Felipe, hoje em dia, não anda tão bem quanto Button, Grosjean e Webber – só para comparar com os pilotos “número 2” das equipes rivais. Eu colocaria o Kovalainen no lugar do Massa.

  6. Juliano Carvalho disse:

    A Ferrari, mantendo o Massa, vai ter de suportar o prejuízo no mundial de construtores. Se tivermos, por exemplo, McLaren, Ferrari, Red Bull e Lotus com carros parecidos em termos de competitividade, o fato de ter o Massa no segundo carro da Ferrari já coloca a equipe italiana em desvantagem. Felipe, hoje em dia, não anda tão bem quanto Button, Grosjean e Webber – só para comparar com os pilotos “número 2” das equipes rivais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *