A Ferrari tem o martelo

No exótico jogo de curling (aquele mesmo, no qual atletas ficam varrendo o caminho das pesadas pedras circulares no gelo enquanto gritam palavras ininteligíveis), uma grande vantagem é ter o martelo. O tal martelo é ter a última pedra, a última jogada, com a qual você pode pontuar, e/ou tirar as pedras rivais do caminho do alvo. Quem joga primeiro tem desvantagem, bom mesmo é jogar depois, e aproveitar-se dessa vantagem, que no curling é alternada entre os times.

Continue reading

Libera a Mistral, pô!

Mais um GP enfadonho, modorrento, abaixo das expectativas, certo? Certo. É inegável, já que todos esperavam mais para a triunfante volta de Paul Ricard. O que não significa, entretanto, que não possamos analisar cuidadosamente os acontecimentos, para que fiquemos atentos quando as corridas ótimas acontecerem.

Continue reading